O crack do povo

by

Eu morro de inveja de quem possui alguma crença, de quem acredita que existe alguma coisa além disso aqui, por que acordar todo dia achando que tudo que você constrói durante a vida vai embora conforme os bichos te comem é desesperador. Mas é diferente acreditar em uma coisa e se cegar por ela.

Uma vez inventaram uma coisa muito legal: o Estado laico. Os governantes, que antes botavam os hereges na fogueira em nome de Deus não podiam mais fazer isso, ou perseguir pessoas em nome da sua religião, ou obrigar puritanos a dançar macarena, embora tudo isso fosse bem maneiro.

Mas a religião não saiu do Estado. Vossa Santidade pedofilica católica tem assento de observador na ONU, mesmo que ninguém dê moral para nenhum dos dois. As bulas papais, além dos títulos honorários da Santa Sé (a Igreja, não a praça) ainda tentam meter o bedelho nos Estados, como aquela tia velha que enche tanto o teu saco que você acaba comprando um cinzeiro pra velha nojenta bater as cinzas de cigarro na sua casa.

Hoje em dia os cristãos têm partidos, brincam de lobby, criam organizações pra defender seus direitos (como se cristãos fossem minoria nesse país) e, igualzinho na época de gritar “bruxa” e dar uma machadada na cabeça de alguém, transformam cultos que deveriam ser religiosos em panfletagem política.

Brincar de “eu que mando nessa porra” ia ser muito legal se isso não fosse o tal do Estado laico. Incrivelmente, para alguns, aqui no Brasil temos islâmicos, judeus, candomblecistas, hinduístas, budistas, ateus e sei lá mais o que. Temos famílias formadas por casais com filhos biológicos, filhos adotivos, filhos de outros casamentos (HEREGES), viúvos, casais que não querem ter filhos (HEREGES!) e casais gays (HEREGES! CORTEM AS CABEÇAS!); brancos, negros, indígenas, orientais e bilhões de misturas que nos dão mulatos de olhos azuis, judeus negros, índios alemães, e mulatinhos com dois pais (HEREGES!).

Quando fazemos leis para beneficiar os pobres, os ricos ficam bravos, mas lá no fundo (eu ainda acredito nisso) sabem que vão ganhar com isso, também. Quando saem leis para beneficiar as crianças, algumas religiões se revoltam, pois algumas ações contra as leis fazem parte de suas culturas, mas engolem. Agora vai dar o mínimo de direito garantido por lei para os homossexuais, como casar, adotar, dar pensão. Nessa hora todo mundo fica bravinho, por que querem beneficiar um grupo em detrimento de toda a sociedade cristã, chocada com essa HERESIA.

Acho interessante como Deus ama a todos, a menos que você seja gay. Ser gay significa que você não é humano, quer dizer que você fez um pacto com o diabo, transa o dia inteiro, tenta arrecadar mais almas para o demônio, logo, você não merece os mesmos direitos do restante da população. A menos que você se converta, tenha dois filhos, uma esposa e seja infeliz.

Se você tem religião, eu tenho inveja de ti, por ser uma pessoa que acredita que tudo pode melhorar, que está tudo nas mãos divinas. Agora, considerar que dar o que é obrigatório pela constituição uma vergonha para a SUA religião, que deve ter SEUS ideais que já dizimaram milhões, ouvidos em detrimento de muitas pessoas que sofrem com o preconceito, me causa é vergonha.

comentários escancarados para todo mundo rir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: