a dieta (2)

by

Com o tempo, você se acostuma a fazer as contas de calorias (ou não faz mais), aprende a tomar água em vez de café, e TENTA comer só um bombom na TPM, quando seu monstrinho interior está enfurecido.

É nessa hora que você começa a esperar por resultados: sai com as amigas esperando que alguém repare em como você está magra, espera todos os dias pelo dia de pesar, afinal a nova você ouviu dizer que é melhor para manter noção de seu peso.

Isso leva a um problema: ninguém tem balança em casa. Não conheço ninguém que se pese no banheiro. Todas nós temos que ir à farmácia nos pesar.

Fazer isso não parece muito difícil. O problema é que as balanças ficam numa parede distante das farmácias, normalmente ao lado dos chás, porque marketing é tudo nas nossas vidas.

O problema é que nas farmácias vêm cinco atendentes alvoroçados em cima de você, perguntado se você já foi atendida (pergunta que eu nunca entendi: atendida pelos céus?). Não se pode simplesmente falar “só vim me pesar”, pois essa é a maior vergonha do mundo. Eu sempre respondo que “só estou dando uma olhadinha” e vou caminhando de prateleira em prateleira, até subir na balança.

As atendentes, sabendo da minha jogada,  esperam eu subir na balança para chegar ao meu lado e perguntar se achamos o que procurávamos. Eu sinto que essas sacanas só querem ver nosso peso e depois comentar “sabe aquela loirinha? Não emagreceu nada da semana passada pra cá”.

O pior da dieta é em casa: eu, pelo menos, tenho uma mãe que acha que eu preciso muito emagrecer, e um pai paranóico, que cada vez que ouve a palavra dieta, fala em como Karen Carpenter morreu de anorexia, numa modelo de Quixeramobim que vomitou o próprio estômago, e essas maluquices em geral.

Bom, o fato animador é queeu cheguei ao final de 2009 com todo o meu guarda roupas caindo em mim, nenhuma vez levei sibutramina para a minha linda boca, meus 4 kg a menos, uma mãe que ainda me acha “barrigudinha”, e um pai que acha que eu preciso tomar biotônico. Tudo dentro dos conformes.

Uma resposta to “a dieta (2)”

  1. Priscilla Says:

    Hahaha, ótimo Helo! Apesar de eu ser aversa a dietas, sempre nas crises de TPM ataco doces e massas, depois fico com um baita peso na consciencia pensando nas porcarias que ingeri e no estrago que elas vão fazer no rosto e na barriga. Falando em barriga, porque será que todas as gorduras se localizam na barriga??? Elas podiam encher meus seios…kkk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: